Brasil e Suíça realizam operação contra tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

Brasil e Suíça realizam operação contra tráfico de drogas e lavagem de dinheiro
Foto: Divulgação
Autoridades do Brasil e da Suíça deflagraram nesta semana uma operação contra tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Houve ações coordenadas de busca e apreensão e prisões em três cidades da Suíça, buscas em Brasília e Rio de Janeiro, além de diligências persecutórias em outros quatro países. Cinco pessoas foram detidas, entre homens e mulheres de idade de 35 a 55 anos. Foram apreendidos imóveis e bloqueadas contas na Suíça e em outros países. A 10ª Vara Federal do Distrito Federal autorizou bloqueios de bens e valores dos suspeitos e quebra de sigilos bancário e fiscal. As investigações que levaram à Operação Burnout foram iniciadas em 2010, com apreensão de 1,3 tonelada de cocaína na Alemanha, que levou à descoberta de fluxos de dinheiro que levaram a cúmplices na Suíça. Apurações feitas pela Polícia Federal da Suíça (Fedpol) em conjunto com o Ministério Público e a Polícia cantonal de Zurique identificaram um casal de brasileiros. Ambos administravam um escritório de viagens e uma empresa de transferência de dinheiro para o Brasil, por meio da qual foram enviadas quantias milionárias para vários países. Parte do esquema desarticulado na última segunda-feira (29) funcionava em Brasília, onde uma empresa foi alvo de busca e apreensão. Era a organização que fazia transferências internacionais em uma instituição financeira brasileira, que vinha sendo utilizada para lavagem de dinheiro a partir da Suíça.