Cabrália e Belmonte lideram desmatamento nacional; Bahia é 1ª em destruição de mata

Cabrália e Belmonte lideram desmatamento nacional; Bahia é 1ª em destruição de mata

Santa Cruz Cabrália e Belmonte, na Costa do Descobrimento, foram apontadas na primeira e segunda colocação em desmatamento de Mata Atlântica em 2016 no país. O levantamento foi realizado pela Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Em Cabrália o desmatamento chegou a eliminar 3.058 hectares e em Belmonte, 2.119 ha. Entre os estados, a Bahia foi o que mais desmatou, com decréscimo de 12.288 ha, um aumento de 207% em relação ao ano anterior, quando foram destruídos 3.997 ha. Ainda segundo o levantamento, outras cidades como Porto Seguro e Ilhéus tiveram cerca de 30% do total do bioma destruído na região. O estudo também aponta Minas Gerais na vice-liderança do ranking do desmatamento da Mata Atlântica, com 7.410 ha desmatados, seguida por Paraná (3.453 ha) e Piauí (3.125 ha). Os dados foram divulgados na segunda-feira (29).