Lançamento inadequado de esgoto pela Embasa será motivo de audiência no MP

Resultado de imagem para FOTO da embasa empresa
O Ministério Público Estadual marcou uma audiência pública para o dia 20 de junho no intuito de discutir a denúncia de que a Embasa está lançando inadequadamente esgoto in natura na área do Horto Florestal do Cabula e no Condomínio Recanto Verde, em Salvador. 
O encontro é parte do procedimento administrativo instaurado pelo MP e tem como convidados: o representantes da Associação das Comunidades Paroquiais da Mata Escura e Calabetão, Valdemir Marques Freire e Angela Gordilho; o secretário municipal da Cidade Sustentável (Secis), André Fraga; o secretário de Desenvolvimento Urbano, Guilherme Bellitani; o presidente da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), Kaio Moraes; e o diretor de Águas do Inema, Eduardo Topázio.
A audiência pública será comandada pelas Promotorias de Justiça de Meio Ambiente e Urbanismo, tendo como coordenadora a promotora Cristina Seixas Graça. O local do encontro será o auditório da Associação das Comunidades Paroquiais da Mata Escura e Calabetão, no bairro da Mata Escura.