Sérgio Moro homologa acordo de leniência da Odebrecht e da BraskemFoto: Marcelo Camargo / Agência Brasil O juiz federal Sérgio Moro homologou nesta segunda-feira (22) os acordos de leniência da Odebrecht e da Braskem, assinados com os procuradores da Operação Lava Jato em dezembro do ano passado. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o magistrado não levantou o sigilo do documento. O acordo de leniência, uma espécie de delação premiada para pessoas jurídicas, permite a continuidade das atividades das empresas investigadas. A Odebrecht vai pagar multa de R$ 3,82 bilhões às autoridades do Brasil, Estados Unidos e Suíça. A Braskem, por sua vez, se comprometeu a pagar R$ 3,1 bilhões para os mesmos países.

Sérgio Moro homologa acordo de leniência da Odebrecht e da Braskem
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil
O juiz federal Sérgio Moro homologou nesta segunda-feira (22) os acordos de leniência da Odebrecht e da Braskem, assinados com os procuradores da Operação Lava Jato em dezembro do ano passado. De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o magistrado não levantou o sigilo do documento. O acordo de leniência, uma espécie de delação premiada para pessoas jurídicas, permite a continuidade das atividades das empresas investigadas. A Odebrecht vai pagar multa de R$ 3,82 bilhões às autoridades do Brasil, Estados Unidos e Suíça. A Braskem, por sua vez, se comprometeu a pagar R$ 3,1 bilhões para os mesmos países.