Vereador de Feira denuncia que recebeu oferta de drogas na Casa

O vereador Ron (PTC), de Feira de Santana usou a tribuna da Câmara dos Vereadores para denunciar um funcionário da Casa teria lhe oferecido drogas.  De acordo com edil, o assessor de um colega ofereceu-lhe drogas dentro das instalações da Casa, porém, ele não revelou o nome do assessor.  O vereador está prestando depoimento na delegacia para esclarecer os fatos. 
O presidente da Casa, vereador Reinaldo Miranda (PHS), conhecido como Rony, disse  que ao ser informado do ocorrido pediu para que Ron falasse o nome do assessor, mas ele disse que não queria prejudicar o colega que seria envolvido no caso. “Suspendi a sessão, reuni a bancada, exceto ele [Ron], pois ele não quis participar da reunião e decidimos ir a delegacia prestar  queixa ao delegado João Rodrigues, coordenador geral de policia. Ele acusa uma casa de mais de 300 assessores. Não podemos fazer nenhum pré-julgamento sem saber quem é a pessoa”, afirmou.  
O presidente da Casa disse ainda que “acredita que um vereador jamais subiria a tribuna para não falar a verdade”, mas era necessário falar os nomes.  “Se não quiser falar é caso de quebra de decoro parlamentar, ele prevaricou”, disse, informando ainda que está tratando do caso com o rigor necessário. 
 O vereador Ron se recusou ao falar sobre o assunto. Ele confirmou que foi a delegacia prestar depoimento, mas não revelou o nome do assessor. “Eu estou muito cansado, amanhã farei um discurso. Muita pressão em minha cabeça. Desculpa, mas não quero falar sobre isso”, disse.