Médico Roger Abdelmassih ganha direito de cumprir pena em prisão domiciliar

Médico Roger Abdelmassih ganha direito de cumprir pena em prisão domiciliar
O médico Roger Abdelmassih, de 74 anos, condenado a 181 anos de prisão por estuprar pacientes, ganhou o direito de cumprir sua pena em prisão domiciliar. A decisão foi da Justiça de Taubaté, no estado de São Paulo. Abdelmassih cumpre pena na penitenciária da cidade de Tremembé, mas está internado desde 18 de maio em um hospital por conta de problema nos pulmões. De acordo com o G1, a defesa do médico entrou com pedido de indulto humanitário em outubro do ano passado, alegando que o seu cliente sofre de graves doenças. Na decisão, a Justiça negou o indulto, mas concedeu a prisão domiciliar por conta do estado de saúde de Abdelmassih. Ele só poderá mudar a cidade onde mora, com autorização judicial e terá que usar tornozeleira eletrônica. Caso seu quadro de saúde melhore, o médico deverá retornar à prisão.