Lauro de Freitas tem credenciamento pelo Estado referente ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF)

A nova proposta da Programação Pactuada e Integrada (PPI), elaborada na Reunião Ampliada do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia (COSEMS/BA), foi aprovada na 248ª Reunião Ordinária da Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), na tarde desta quinta-feira (14/06), no auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Ficou estabelecido que o Sistema on line de repactuação da PPI será reaberto no dia 21 de julho, fechando em 21 de agosto e que as oficinas regionais serão iniciadas em 2 de outubro. Também foi alterado de 3 para ilimitado, o número das referências de executores aceitos pelo Estado.

Na reunião foi apresentada pela superintendente da Gestão e Regulação da Atenção à Saúde (SUREGS), Ana Paula Andrade, a portaria do Ministério da Saúde 1.294/2017, sobre cirurgias eletivas e a disponibilização de recursos para esta área. Na oportunidade, o presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES), Ricardo Mendonça, também falou sobre as Conferências Municipais de Saúde 2017.

Também foram discutidas, a retomada do recurso MAC do Estado para o município de Pojuca e a situação do Hospital Luís Argolo, localizado na região de Santo Antônio de Jesus, que está prestes a fechar. Ainda na pauta, foram colocados os credenciamentos referentes aos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) dos municípios de Dias D’Avila, Entre Rios, Amélia Rodrigues, Itamari, Lauro de Freitas, Seabra, Urandi, Retirolândia, Ituberá, Nova Ibiá, Gandu e Camamu. Além disso, o credenciamento de serviços de hemodiálise com a habilitação/credenciamento de clínicas em Itapetinga, Irecê, Itaberaba e Teixeira de Freitas.

A reunião contou com a presença do secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas Boas, do secretário da Saúde de Salvador, José Rodrigues Aves, do vice-presidente do COSEMS/BA, Raul Molina, do presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES), Ricardo Mendonça, do representante do Estado, Cássio Andre Garcia, e da superintendente da Gestão e Regulação da Atenção à Saúde, Ana Paula Andrade, dos membros da CIB, Luciano Mota (secretário de Saúde de Prado) e Odilon Cunha Rocha (secretário de Saúde de São Félix) e da secretária executiva da CIB, Nanci Nunes.