Reforma trabalhista: Pelegrino diz esperar bom senso dos senadores em votação

O deputado federal baiano Nelson Pelegrino (PT) disse, nesta segunda-feira (10), durante discurso no plenário da Câmara dos Deputados, que a Organização Internacional do Trabalho (OIT) considerou que a reforma trabalhista "fere vários dispositivos de diversos tratados" que o Brasil ratificou junto à ela.
"Confio que o bom senso vai prevalecer no Senado Federal e esta reforma não será aprovada. Se ela for aprovada, não só vai atacar os direitos dos trabalhadores, como também vai romper com acordos que o Brasil assina", afirmou o petista.
O parlamentar lembrou que o deputado peemedebista Sérgio Zveiter acabara de ler um parecer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara opinando pela admissibilidade da denúncia que a Procuradoria-Geral da República fez contra o presidente Michel Temer (PMDB) por corrupção passiva.
"É inadmissível e inaceitável, neste governo que vive seus últimos dias, terem deputados e senadores que ainda estejam defendendo a aprovação desta reforma trabalhista", considerou.