Alunos do Projeto de Judô de Lauro de Freitas se encontram com medalhista olímpico

                                        
A Olimpíada de Tóquio ainda será em 2020, mas um evento que aconteceu nesta segunda-feira (25), no Centro Pan-americano de Judô, na Praia de Ipitanga – Lauro de Freitas, reuniu cerca de 750 crianças para um encontro com um dos grandes nomes do judô brasileiro, Rafael Silva, o Baby. Os alunos das escolas da rede pública municipal fizeram uma apresentação das aulas práticas aprendidas no decorrer do projeto, demonstrando as técnicas de queda e amortecimento, rolamento e imobilização. Alguns alunos tiveram a oportunidade de lutar com o judoca medalha de bronze nas olimpíadas de Londres (2012) e Rio (2016). 

O encontro é uma ação do Governo da Bahia em parceria com o Programa de Educação Integral, realizado pela Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas no âmbito da Secretaria de Educação, e iniciativa da Confederação Brasileira de Judô e da Máquina do Esporte. A proposta é que esses encontros aconteçam mensalmente com diferentes atletas medalhistas do país.

“Para mim, toda vez que tenho o privilégio de pegar no quimono da garotada que está começando é interessante, porque eu comecei da faixa branca, e poder servir um pouco de referência para essas crianças, é muito importante”, ressaltou Rafael Silva que durante o encontro interagiu lutando com as crianças. O atleta incentivou os alunos para que continuem estudando e se dediquem ao esporte. “Estou bem animado com a garotada e ver esse começo é um privilégio. Espero que eles se tornem meus companheiros de seleção para a Olimpíada em Tóquio. Estou bem feliz em estar aqui e ver que o esporte não muda só a vida das crianças, mas de toda a família. O judô está sendo uma ferramenta transformadora e poder ajudar nessa inciativa é extremamente importante”, afirmou entusiasmado.

O evento contou com a participação da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, Paulo Gabriel Nacif, secretário municipal de Educação, Uilson de Souza, secretário de Trabalho, Esporte e Lazer, Apio Vinagre, corregedor geral do município, e Silvio Acácio Borges, presidente da Confederação Brasileira de Judô.

Durante o encontro, a prefeita Moema Gramacho falou sobre a importância do projeto para as crianças das comunidades de Lauro de Freitas e destacou a importância de oportunizar condições para que os alunos desenvolvam seu potencial no esporte e na educação. “Esse é o destino que a gente quer para que os alunos possam um dia chegar num lugar como o do atleta Baby, e se não chegarem, estamos oportunizando para que continuem participando, porque é assim que a gente constrói uma sociedade, onde todos têm oportunidade de participar”, declarou.

Também presente no evento, a jovem atleta de 12 anos, Beatriz Santos, é um exemplo de garra, disciplina e persistência. Apesar da pouca idade, a menina vem ganhando destaque no judô com um acúmulo de 17 medalhas entre campeonatos estudantis, em sua maioria estaduais. A ex-aluna do projeto de judô do Centro Pan-americano em Lauro de Freitas, agora atleta do Vitória, conta que o esporte tem ajudado na sua formação. “Eu era uma menina muito teimosa, mas com a experiência no judô, eu tive mais responsabilidade. Com os estudos eu não queria nada, agora estou mais dedicada. Meu objetivo é chegar nas Olímpiadas de Tóquio”, declarou Beatriz Santos que compete na classe Sub 13 do feminino.

Segundo o presidente da Confederação Brasileira de Judô – CBJ, Silvio Acácio Borges, o encontro com o medalhista Rafael Silvia é uma oportunidade para que as crianças possam se inspirar no atleta. “É importante dar ênfase a esse projeto delineado pela prefeita Moema. Quando oportunizamos a interação entre o Baby e as crianças, passamos para elas uma expectativa de que é possível. Quando o atleta, Rafael derrubou e foi derrubado durante a interação, ele estava proporcionando diretamente a afirmativa de que sonhar é possível, passando para as crianças, que assim como elas, ele também começou na faixa branca e construiu o seu caminho através do esporte”, declarou o presidente da CBJ, afirmando que o diferencial está na persistência dos alunos.

O coordenador do Centro Brasileiro de Judô (CBJ), em Lauro de Freitas, Luiz Romariz, disse estar muito orgulhoso com a participação do campeão Rafael Silva, que marcou o início do programa de educação integral. “Nós conseguimos a presença do campeão que veio dar exemplo de tudo que a gente quer que o judô faça por essas crianças, um intercâmbio de conhecimentos”, afirma.




Fonte: ASCOM PMLF