A solução seria o 'pertencimento', diz técnico da SEI sobre impasse envolvendo limite entre Lauro de Freitas e Salvador

                              
Presente na audiência pública que discutiu os limites entre Lauro de Freitas e Salvador, cuja prefeitura é acusada de tentar “usurpar” bairros como Itinga e Areia Branca, o especialista da Superintendência de Estudos Econômicos (SEI), Walmar Batista, defendeu que a melhor solução para o impasse é ambos os municípios chegarem a um consenso, baseados na ideia de “pertencimento”.

“A solução seria o pertencimento, que foi usado pelo secretário na definição dos bairros de Salvador. Se 10 técnicos forem lá hoje, terão a mesma conclusão que a SEI e o IBGE. Os gestores precisam chegar a um consenso”, disse em entrevista ao BNews.

Ainda de acordo com o técnico, “o limite atual corta casas ao meio, uma sala fica em Salvador e a cozinha em Lauro de Freitas, mas na prática a administração de Salvador só vai até o Rio Ipitanga e Riacho da Areia”. “Ou seja, há 55 anos, Itinga vem sendo administrada por Lauro de Freitas.”