Deficiente físico revela desafios e superações neste 11 de outubro: Dia da Pessoa com Deficiência Física

Resultado de imagem para deficiente fisico bairro popular

Hoje, 11 de outubro, é comemorado o Dia do Deficiente Físico, porém, de acordo com eles e entidades que o representam, não há muito para se comemorar e o dia deve ser de luta pela garantia dos direitos já conquistados. Segundo dados preliminares do Censo de 2010, o Brasil possui atualmente mais de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, o que representa 23,92% da população. Desse total, mais de 13 milhões são deficientes físicos.

Na tarde dessa última terça-feira (10), um grupo de deficientes físicos conversaram com Você Quer Vê Notícias e expuseram as diversas situações com que eles lidam diariamente. Informaram que o maior dos problemas está no transporte público, mas existem dificuldades também de acesso a prédios, além de conseguirem emprego ou de até irem ao banheiro em alguns locais.

Um conhecido definiu o dia a dia de um deficiente como um desafio. "Desde o começo até o fim do dia, são diversos obstáculos a serem enfrentados literalmente por eles", comentou. Além dele, outros deficientes partilham das mesmas reclamações, desafios e lutas.

É o caso de João Pereira, que já foi surfista e pescador e, após um acidente de moto ficou sem o movimento das pernas. Atualmente aos 35 anos, João que é morador de Itinga onde vive na casa do tio, afirma que conhece os dois lados da moeda e revela que sem muita força de vontade e fé em nossa prefeita Moema Gramacho no qual ele é fã e eleitor há muitos anos. Ele confidenciou ao VQV que a ajuda de amigos e da família é o modo que ele tem para se sustentar. "A vida é totalmente diferente para o deficiente, falo porque sei, e o pior é que somos esquecidos por alguns, esquecidos nos ônibus e em todo lugar as vezes nos tratam como invisíveis, mas Moema voltou, e as coisas já melhoraram", disse João.