Moema cobra presença de Neto em debates sobre limites de Salvador e Lauro de Freitas

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT), cobrou a participação do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), nos debates públicos sobre os limites entre os dois municípios metropolitanos. 

Em seu discurso na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), a petista disse que é preciso o democrata “enfrentar o povo”.

“As reuniões são técnicas, mas gostaria de estar presente e, se não for pedir muito, que o prefeito de Salvado também esteja. Não faz mal lembrar que o prefeito de Salvador preferiu enviar técnicos a comparecer na audiência que discute uma luta que ele mesmo encampa. Enfrentar o povo em questões como essa, de tentativa de subtração, requer o tipo de coragem que parece faltar ao prefeito dessa cidade”, disparou.

A prefeita disse ainda que o projeto de lei aprovado pela Câmara de Salvador e sancionado por Neto não respeitou a noção de identidade dos moradores de localidades como Itinga, Areia Branca, Barro Duro, Ipitanga, Cassange e Capelão. “Dividir bairros entre Lauro e Salvador é cortar décadas de construção de pertencimento. Salvador não pode passar dos limites”, disse. “Já se subtraiu demais de Lauro de  Freitas, agora é a hora de respeitar a identidade do povo”, completou.