NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, 14 de janeiro de 2018

Tartarugas marinhas nascidas em praia de Lauro de Freitas são soltas no Porto da Barra


                         
As águas do Porto da Barra podem estar entre as preferidas dos soteropolitanos, mas quando se trata de tartarugas marinhas, o porto não é lá o destino preferido delas para fazer a desova de seus ovinhos. Por aqui, as tartarugas preferem as bandas de Busca Vida, em Camaçari, e da Praia do Forte, em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Por isso, quem esteve no Porto da Barra neste sábado (13) teve uma agradável surpresa: pôde acompanhar a soltura de 30 filhotes acompanhados pelo Projeto Tamar. Ao lado de uma representante das tartarugas do tipo ‘oliva’, 29 tartarugas cabeçudas caminharam da areia até o mar, diante de uma plateia cheia de expectativa.

De acordo com a bióloga do Tamar em Arembepe Nathália Berchieri, as tartarugas nasceram nas sexta-feira (12), na praia de Vilas do Atlântico, em Lauro de Freitas, na RMS. De cada ninho, nascem cerca de 120 tartarugas. No entanto, algumas não conseguem andar em direção ao mar. São essas que são acompanhadas pelo projeto.

“Fazemos a soltura dos filhotes retidos, o que não sairiam naturalmente do ninho”, explicou. Só para dar uma ideia, a Bahia acolhe, todos os anos, cerca de 10 mil ninhos de tartarugas marinhas – chegando, assim, a responder por um terço das desovas em todo o Brasil. Só que, em Salvador, por exemplo, é mais frequente que os ninhos fiquem a partir do Farol de Itapuã em direção ao litoral norte do estado.

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU