NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Polícia apresenta agressor de jovem morador de Lauro de Freitas na Graça

                       
A polícia apresentou Edson Rodrigues, 27 anos, na tarde desta quarta-feira (14) autor confessos das agressões contra Kaique Abreu, 22, na madrugada de sexta-feira. Segundo a delegada Carmem Dolores, da 14ª Delegacia Territorial da Barra, Edson afirmou que estava com raiva após ter se envolvido em uma briga no Carnaval e queria descontar em alguém e sua escolha foi aleatória.

"Ele tem um perfil violento, um histórico de violência. Tem um caso de violência doméstica contra a companheira anterior e teria baleado um vizinho", explicou a delegada.

O suspeito foi preso na manhã de hoje, na Capelinha de São Caetano e foi autuado em flagrante por homicídio tentado.

Já Bruno Fernando é um adolescente e foi conduzido ao Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP). Bruno será autuado por omissão de socorro e por favorecimento pessoal, mas deve responder em liberdade. O adolescente foi encaminhado para o Delegacia do Adolescente Infrator (DAI).

Entenda o caso:

No momento do ataque, Edson estava acompanhado de outros quatro amigos – desses, dois eram adultos e dois adolescentes de 15 e 17 anos. No entanto, segundo a polícia, somente Edson agrediu o rapaz.

De acordo com o delegado José Bezerra Júnior, diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Edson e os outros foram localizados pelas imagens das câmeras de segurança que registraram o crime. Através delas, a polícia localizou o veículo em que fugiram após a agressão. O caminhão estava estacionado na Rua Manoel Barreto.

Na noite de terça-feira (13), policiais encontraram os quatro colegas de Edson no caminhão, indo em direção ao circuito Barra-Ondina (Dodô). Ao serem abordados, eles confirmaram que estavam envolvidos na ocorrência. Foi a partir dos amigos que Edson foi encontrado e preso por policiais do DHPP.

A justificativa de Edson para cometer o crime foi que ele havia sido agredido no circuito e quis "descontar" em alguém. Quando voltava para o caminhão, que o levaria junto com os amigos para casa, viu Kaíque subindo a ladeira e o atacou com murros. O jovem retornava do Carnaval, por volta de 3h, quando foi atacado.

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU