NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, 1 de junho de 2018

A IMPORTÂNCIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS NA POLÍTICA

A IMPORTÂNCIA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS NA POLÍTICA
O conceito de movimento social se refere à ação coletiva de um segmento da sociedade organizada que tem como objetivo alcançar mudanças econômicas, sociais e políticas por meio do embate político. Exemplos Claros são as paralisações dos rodoviários e dos caminhoneiros em busca de redução no preço de combustíveis e por melhorias salariais.
Os movimentos sociais são de extrema importância, porque cobram mudanças, reivindicam transformações, e mostram quando a classe não está satisfeita com as medidas adotadas por instituições públicas e privadas, além de cobrar medidas, quando necessário, porém os movimentos sociais perderam força com o passar do tempo. Os movimentos sociais do século 20 diferem dos movimentos sociais do Século 21, em termos de mobilização.
A omissão e a não participação de Associados nas respectivas entidades de classe deram origem a perdas irreparáveis aos trabalhadores como também contribuíram para o crescimento da atuação do corrupto e do corrupto da coisa pública.
O associativismo como um todo perdeu forças pelo fato de algumas entidades representativas terem desviados seus objetivos estatutários. Um dos fatores que também desmotivou a participação efetiva dos Associados nas entidades representativas foi a centralização de poder de determinar os "dirigentes" e a falta de espaço para por ideias, reivindicações e apresentarem propostas na defesa da classe.
O enfraquecimento dos movimentos sociais também contribuiu e muito para a escassez de líderes autênticos no processo político-eleitoral. Foi Justamente a partir da década de 90 que bons políticos deixaram de participar do processo político-eleitoral arcaico e corrupto. Esse afastamento foi de um prejuízo incalculável para a sociedade e para o país. Até os anos 80 na Cia nos grêmios e diretores dos colégios e das Universidades bons líderes e políticos, mas essa riqueza foi quebrada com o regime militar de 1964. Essa é uma das razões do péssimo nível da representação política, por termos uma Juventude temerosa e despolitizada. Enquanto os movimentos sociais atuarem de forma fragmentada e despolitizada não construiremos um Brasil melhor para todos. Precisamos resgatar e fortalecer os movimentos sociais, inclusive, grêmios e diretórios estudantis para inserir os jovens na política. Acredito na transformação da sociedade através da participação real das pessoas e dos movimentos sociais. Mudar dói, continuar como está dói. Escolha uma das Dores e pare de reclamar.
Alderico Sena
Especialista em gestão de pessoas

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU