NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Imprensa alemã lamenta eliminação da Copa: 'Desgraça histórica'


A derrota que eliminou a Alemanha da Copa da Rússia fez a alegria de muitos brasileiros, mas por lá, claro, o clima é de tristeza e reflexão. A imprensa alemã destacou em suas notícias a saída vergonhosa da atual campeã do mundo e questiona se não chegou a hora de encerrar o ciclo do técnico Joachim Löw à frente da seleção. É a primeira vez que a Alemanha é eliminada na fase de grupos na história da Copa.

A manchete no site do Kicker, jornal esportivo alemão, classifica a eliminação de "fiasco" e afirma que tudo, inclusive Löw, está no banco de testes. O site traz uma enquete perguntando se o treinador ainda é o certo para levar a Alemanha adiante - 79% dos votos são contrários à permanência do técnico.

Kicker chamou eliminação de "fiasco"
No Die Welt, a manchete é apocalíptica. "A desgraça histórica da seleção". O jornal destaca que a pior campanha da Alemanha tinha sido em 1938, quando saiu na segunda rodada diante da Suíça - na época, ainda não havia a fase de grupo, que começou em 1950. O jornal também destacou que a derrota alemã foi ridicularizada no Brasil. Uma declaração de Reinhard Grindel, presidente da Federação Alemã, também foi destacada. Ele afirma que as condições que o levaram a prorrogar o contrato de Löw permanecem e que antes da Copa já se sabia que mudanças teriam que ser feitas - mas isso não deve envolver o treinador. "Não quero especular sobre Löw".

O Der Spiegel manchetou: "A Alemanha está fora!". O jornal também tratou a eliminação como uma "desgraça histórica", destacando a falha inédita na fase preliminar. Uma entrevista de Löw depois da derrota também está em destaque. Ele assumiu a responsabilidade pela eliminação  e falou em "falta de leveza" no time.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU