NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

sábado, 4 de agosto de 2018

Feira leva artesanato, gastronomia e lazer para a Praça Dodô e Osmar em Ipitanga

Feira leva artesanato, gastronomia e lazer para a Praça Dodô e Osmar em Ipitanga



Enfeites para cabelo, aromatizantes de ambientes, artesanato e gastronomia. Tinha de tudo um pouco nas 45 barraquinhas da Feira da Economia Solidária realizada na manhã deste sábado (4), na praça Dodô e Osmar, no bairro de Ipitanga, em Lauro de Freitas. Enquanto os pais visitavam o local, as crianças curtiam as atrações recreativas com programação variada, desde contação de histórias até brinquedos interativos dando ao lugar um ar familiar que atraiu pessoas de todas as regiões da cidade.
De acordo com o diretor do Departamento de Emprego e Renda da Secretaria Municipal de  Trabalho, Esporte e Lazer (Setrel), Wellinghton Arrocha, a iniciativa partiu da sociedade civil organizada e recebeu apoio da gestão com a estrutura adequada para que os artesãos pudessem expor seus produtos. “Organizamos em parceria com a associação do bairro e o apoio de instituições que divulgaram o evento entre as pessoas com o perfil adequado para apresentar a comunidade seu trabalho. Todos aqui vivem disso, são na maioria mulheres, empreendedoras e arrimo de família”, disse.

Com um sorriso largo, Ana Paula descreveu sua felicidade em participar pela primeira vez de uma feira. “Aprendi a confeccionar arranjos para cabelo de crianças pelo YouTube e hoje estou aqui ganhando dinheiro com isso, algo que começou totalmente despretensioso”, disse. O sentimento para Lindalva Conceição era semelhante. A artesã, que tem habilidades com crochê, costura e pintura descobriu experimentando a arte com concretos moldados. “Eu vendia para minha família, agora aqui na feira me animei para vender também para outras pessoas”, contou.

A Feira é itinerante, mas de acordo com Arrocha, pode se tornar fixa a depender da demanda dos frequentadores. “A Prefeitura tem fomentado estas inciativas visando estimular a economia local, gerar renda e ajudar os vizinhos a se tornarem mais próximos, por que se trata de uma confraternização também”, disse ao lado de Daniela Henrique uma das representantes da sociedade civil que projetou a ação. “Já vendo minhas codornas temperadas aqui todos os sábados. A própria comunidade pedia esta feira e está sendo ótima”, contou. A feira na praça continua neste domingo a partir das 9h.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU