NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Sem saber usar dinamite, padrões levanta suspeita

A falta de preparo na instalação de explosivos em instituições financeiras e a ligação com a facção bonde do maluco da polêmica levaram os agentes do departamento de repressão e combater ao crime organizado (draco) a prisão de dois integrantes de uma quadrilha de assalto e arrombamento a banco na região metropolitana salvador e no interior do estado.
Segundo o delegado Paulo Guimarães, da divisão de crimes contra instituições financeiras do Draco, o lider da quadrilha Ueldsom José Oliveira de Assis, o cabeça, 40 anos, foi preso no sábado em itapuã, na unidade de pronto atendimento UPA para onde foi após sofrer um acidente de moto.
Em fevereiro, deste ano ele recebeu habeas corpus da justiça e saiu do complexo penitenciário da mata escura, onde cumpria pena por tráfico de drogas.
Ao chegar a UPA com o documento de Ueldsom, Elielson Evangelista de Oliveira, o primo, também foi preso. Ambos tinham mandado de prisão pelo ataque a 4 agências bancárias de Catu. além da dupla outros seis integrantes do bando já estou presos são 20 integrantes no total e todos comandados de prisão expedidos pela justiça. Durante as investigações percebemos a falta do traquejo para instalação dos explosivos. Um exemplo disso foi ação deles na agência do banco do Brasil no Cia. O banco quase veio abaixo, mas os caixas eletrônicos ficar intacto, declarou o delegado fazendo referência ao ataque a agência bancária na madrugada do dia primeiro de maio deste ano, na área industrial da Cia aeroporto em Simões Filho.
Além de Catu e simões Filho, o bando agia ainda na cidade de euclides da Cunha jeremoabo e cardeal da Silva.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU