NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

As praias oceânicas do Uruguai despertam paixões

                      
Quase grudadas às praias do Brasil, estão as belas praias do departamento de Rocha, que incluem La Paloma, La Pedrera, Cabo Polonio e Punta del Diablo, cada uma com seu estilo próprio e suas particularidades.

Todas se destacam por seu ambiente natural e rústico, com caminhos de terra e onde predomina um estilo relaxado e descontraído.

O Uruguai é o dono de praias que parecem ter sido desenhadas para satisfazer todos os gostos. Existem as praias tranquilas e que prometem descanso, as mais afastadas e solitárias, ideais para quem quer fugir do barulho e curtir sua privacidade, e também as de águas mais bravias e profundas, ideais para praticar esportes aquáticos, pescar e surfar.

Por sua beleza e popularidade, La Paloma é um dos balneários mais emblemáticos de Rocha. Situado em pleno oceano Atlântico, suas magníficas praias são sua atração principal.

La Paloma tem praias para agradar todo mundo, desde as de águas tranquilas como as da baía pequena, até as de ondas mais fortes, como La Balconada, La Aguada ou La Pedrera. As enseadas, as pontas rochosas, as grandes extensões de areia branca e fina, as altas dunas, as águas rasas ou profundas e um sem-fim de diversidade natural fazem com que cada pessoa encontre em La Paloma seu lugar favorito.

O ritmo de Aguas Dulces está marcado pelas lentas caminhadas na areia ou por suas ruelas estreitas, pela busca de berbigões na beira do mar, pelo tempo de cozinhar com as receitas perdidas da vovó, ou pelas amistosas rodadas de mate à tarde. La Sirena é uma das primeiras praias naturistas da zona, situada a uns dois quilômetros ao norte do balneário. Em seu litoral, a pesca é rica e abundante e a brisa do mar sopra livremente entre suas praias abertas.
Punta del Diablo é o lugar ideal para quem gosta de surf pelas ondas fortes e altas da praia de La Viuda. Durante o período estival, há campeonatos nos que participam esportistas locais e de países da região.

É um cenário ideal para tentar o mar com a pesca esportiva. Andar descalço por suas ruas de terra, deleitar-se com as praias e conhecer sua gente são alguns dos prazeres que este pequeno paraíso rochense proporciona.

La Coronilla oferece ao turista cerca de 8 quilômetros de praias com uma temperatura superior a outros pontos da costa de Rocha e águas saturadas em iodo, o que favorece as condições para a pesca. De fato, o balneário é considerado um dos melhores pesqueiros do litoral da região.

Da costa e com a ajuda dos pescadores da área, pode-se chegar a duas ilhas que oferecem um panorama espetacular em termos de vegetação e fauna. Uma delas, Isla Verde, é o habitat de lobos marinhos, possui uma vegetação abundante e uma variedade de aves. Já a outra, chamada Isla ou Islote Coronilla, tem um tamanho muito menor que a anterior.

Barra de Valizas oferece passeios a cavalo entre suas ondas, uma das experiências mais inesquecíveis que qualquer turista vai encontrar nesta praia. Um lugar cheio de encanto, cuja orla está delimitada por dunas altas, e cujo povoado, formado por casinhas, cabanas de tábuas de madeira, casas de palha e outros materiais, inspira amabilidade e sossego. Foi criado no século XIX pelos sobreviventes de diversos naufrágios que foram se instalando junto ao arroio Valizas.

Artesãos e pescadores, principalmente, são a população deste rincão uruguaio. Sua gastronomia inclui peixes frescos e mariscos e suas praias são solitárias. O impressionante Cerro de la Buena Vista (ponto mais alto das dunas) é o célebre cartão postal paisagístico que seus visitantes levam como lembrança.

Os amantes do pôr-do-sol e da vida encontram em La Pedrera sua alma gêmea. Areia e rochas se misturam no seu litoral, e seus rochedos escarpados se tornam o perfeito mirante de dia e de noite. Estas pedras, que dão nome à localidade, separam duas praias: El Desplayado e El Barco.

El Desplayado tem um mar sereno, ideal para famílias com crianças, e El Barco, é a praia mais brava, com ondas realmente tentadoras para os surfistas, e onde os visitantes irão descobrir os restos do Cathay, navio chinês que naufragou nos anos setenta. Do inverno à primavera austral podem ser avistadas as migrações de baleias-francas.

Cabo Polonio, sem dúvida, é o melhor exemplo da desconexão urbana. Esta praia pertence ao Parque Nacional de Cabo Polonio, uma zona natural muito protegida contra a ação do ser humano. Tanto assim que, só é possível chegar à praia usando 4x4 ou carros puxados por cavalos, estando proibida a travessia de carros particulares dos 8 quilômetros de dunas e vegetação até a beira do mar.

Pequenas casinhas, zonas de relaxamento e ranchos salpicam este lugar, onde não existe luz elétrica, nem gás, nem água corrente. No entanto, experimentar a natureza em seu estado mais puro não tem preço, muito menos dormir sob o manto de estrelas perfeitamente visíveis.

Barra do Chuí é o mais oceânico dos balneários uruguaios e possui uma ampla praia de águas cristalinas, areias brancas e dunas enormes. A Barra do Chuí tem a vantagem de estar perto de pontos turísticos de grande interesse, como o Parque Santa Teresa e o Forte de San Miguel. Além disso, está a um passo do Chuí, cidade fronteiriça com o Brasil que é famosa por seus freeshops, ao ponto de ser chamada “shopping ao ar livre”. A extensão de suas praias é ideal para fazer longas caminhadas solitárias.

Santa Teresa é um antigo forte. Praias de areias brancas e água verde, palmeirais e flora exótica fazem parte das diversas atrações do balneário. Nele está o Parque Nacional de Santa Teresa, composto por três mil hectares e dois milhões de árvores, com espécies dos cinco continentes, e amplos jardins. Este parque é reconhecido internacionalmente como um dos maiores parques do mundo criados pelo homem. Dentro dele, é possível visitar a Fortaleza de Santa Teresa, datada de 1762, quando os portugueses, prevendo um novo conflito com a Espanha, decidiram fortificar uma faixa estreita de terra entre o oceano e a Laguna Negra. Dentro deste monumento singular, destaca-se um museu que testemunha séculos de história.

As praias Cerro Chato ou El Barco são as preferidas pelas famílias por serem as mais tranquilas, enquanto La Moza é a escolhida pelos jovens por contar com um lugar onde parar e vários serviços como churrascaria, sorveteria e supermercado.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU