NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Lauro de Freitas recebe espetáculo “Jaz de Koffi Kwahulé” da França

O Cine Teatro de Lauro de Freitas recebe no dia 27 (terça-feira), às 10h e 19h, o espetáculo “Jaz de Koffi Kwahulé”, monólogo dirigido por Jandira Bauer e interpretado por Haciba Boucenna, da Cia ACTIV’ ART 2, da França. Escrita em 1998 por Koffi Kwahulé, a história de Jaz é o relato de um estupro em que a violência do mundo espanca a beleza e a inocência do ser.
Com duração de 75 minutos, a peça é trazida ao município pela Articulação de Mulheres Negras de Lauro de Freitas com apoio da Prefeitura Municipal. O ingresso será uma lata de leite ou 1kg de feijão.
A história de “Jaz” reflete a vida de milhares de mulheres numa esfera global. Trata e torna visíveis os sobressaltos profundos das organizações sociais, confortando a diversos pares opostos – rico e pobre, negro e branco, homem e mulher. Ao buscar trabalhos com maior densidade textual, Jandira Bauer dirige o monólogo com intuito de dar voz aos excluídos.
“Em Jaz de Koffi Kwahulé, uma mulher vive num apartamento sem sanitários e ela precisa acostumar seu corpo a evacuar em locais públicos. Até o momento onde ela vai entrar no sanitário e um homem vizinho à empurra e estupra”, conta a diretora em entrevista a Roland SABRA, França.
A fim de suscitar o interesse do público à personagem, o monólogo é musicalizado pelo Jazz. Terezinha Barros, coordenadora da Articulação de Mulheres Negras de Lauro de Freitas, destaca o espetáculo como arte e resistência. “A sociedade vive uma época de extrema violência. Mulheres, e principalmente negras, são violentadas diariamente. Ao som do Jazz, estilo que para o feminino reflete histórias de superação, a peça é mais uma simbologia da luta pela vida das mulheres” explica Barros. Os itens arrecadados com a entrada do espetáculo serão doados a instituições e pessoas em situação de vulnerabilidade.
Biografia do autor – Koffi Kwahulé nasceu em 1956 em Abengourou (Costa do Marfim). Formado pelo Instituto Nacional das Artes do Abdjão, ele completa sua formação de ator na Escola de Rue Blanche, em Paris, ao mesmo tempo em que termina seu doutorado de Estudos Teatrais da Universidade Paris III – Sorbonne. Traduzido em vinte línguas, suas obras estão presentes em varias criações.

SERVIÇO:
Monólogo “Jaz de Koffi Kwahulé”
Cine Teatro Lauro de Freitas
27 de Novembro – terça-feira, às 10h e 19h
Entrada – 1 lata de leite ou 1kg de feijão

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU