NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

sábado, 24 de novembro de 2018

Operação desarticula quadrilha de roubo a carros-fortes em Salvador e Lauro de Freitas

                           
Quatro dos 12 presos foram apresentados na coletiva. Os suspeitos foram identificadas como Altalice Santos de Jesus, 48 anos; Wenderson Rodrigues Ramos, 34 anos; Emanuel Amorim, 43 anos; e Carlos Alberto, 64 anos.


As polícias Federal, Civil e Militar participam de operação conjunta, deflagrada na manhã desta quarta-feira (21), para desarticular organizações criminosas especializadas em assaltos a carros-fortes que atuam na Região Metropolitana de Salvador. Estava previsto o cumprimento de 15 mandados de prisão temporária e 12 de busca e apreensão em Salvador e Lauro de Freitas.

Até o início da tarde desta quarta, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) havia informado que 12 criminosos haviam sido localizados - no entanto, a informação foi corrigida para 10 presos e um morto. Os investigados responderão pelos crimes de roubo, organização criminosa e associação para o tráfico. Foram cumpridas, ainda, medidas de bloqueio de contas bancárias utilizadas pelos investigados.

O resultado da operação foi apresentado, na sede do Departamento de Repressão é Combate ao Crime Organizado (Draco), na Pituba. Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Lauro de Freitas. Cerca de 100 policiais federais, civis e militares participam da ação.

De acordo com a Polícia Federal, a principal forma de ação dos grupos investigados consistia em roubar os malotes com o dinheiro no momento em que era feito o recolhimento pelas transportadoras de valores em estabelecimentos comerciais.

Segundo a PF, diante do aumento de ataques a carros-fortes, em julho deste ano foi iniciada uma investigação conjunta visando identificar e desarticular os grupos que seriam responsáveis por esses assaltos.

Ao longo das investigações, foi possível identificar três grupos distintos, cujos integrantes eventualmente se associavam para a realização de alguns crimes. Foram comprovados pelo menos dois assaltos praticados pelos investigados durante o curso das investigações.

Outros três assaltos foram frustrados em decorrência da intervenção policial. Dois integrantes dessas quadrilhas foram presos e um morto em confronto com a polícia.

Os investigados, além de atuarem em conjunto nos assaltos aos carros-fortes, trabalhavam também isoladamente, em assaltos a estabelecimentos comerciais e outros delitos.

Grupo
Em setembro deste ano, após 16 ataques a carros-fortes na Bahia, a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) criou um grupo com a Associação Brasileira de Transporte de Valores (ABTV) para troca de informações entre o operacional da entidade e as forças de segurança do estado. A comissão é formada por representantes da empresa e membros indicados pela SSP.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU