NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

domingo, 2 de dezembro de 2018

Ecoturismo de base comunitária em Quingoma



Aconteceu no dia 1 de Dezembro no Quilombo do Kingoma ( Lauro de Freitas-Ba) uma marcante experiência de Ecoturismo de Base Comunitária.


Com objetivo de valorizar a cultura local, bem como preservar o meio ambiente e gerar renda para comunidade, o projeto proporcionou a cinquenta turistas uma rica e diversificada programação.
                     
A primeira parada do Roteiro Turístico foi na Casa do Samba onde os convidados aprenderam com a líder local, Rejane Pereira, aspectos da História do Quilombo, bem como a prática do Samba de Roda, uma tradicional atividade dos Quilombolas.


Em seguida, os presentes foram visitar a Reserva Thafene no qual eles fizeram uma trilha e participaram de uma oficina de meditação e danças circulares dirigida pelas educadoras Dulce Sampaio e Miliane Tahira.

Houve também a vivência com o Toré ( Dança indígena), que foi coordenada pelo Líder Kariri-Xoco- Fulnio, Wakay Fontes. Na oportunidade, o indígena Marcos Eldes relatou aspectos da história do povo Tupinambá na Bahia e a escritora indígena Denízia Cruz falou do seu livro que retrata os contos dos Kariri-Xoco.


No horário de almoço, o grupo retornou para a Casa do Samba para apreciar o famoso almoço quilombola com destaque para a Galinha Caipira e uma típica cachaça produzida no local que foi recentemente nomeada de bebida do “ Ipitanga”.
Durante todo o percurso os quilombolas venderam também iguarias produzidas pelas famílias mais tradicionais como pamonha, cocada, beiju e acarajé.     

Já os indígenas tiveram a oportunidade de vender o artesanato como colares, maracas, etc., ocasionado assim uma economia criativa na localidade.




Na programação da tarde, houve uma primorosa mostra musical de temática afro com os músicos Cassiano Faleta, Claúdia Carvalho e Abel Lobo. Por fim, os convidados foram para o Espaço Cultural de Dona Ana. Neste ambiente considerado sagrado pelos Quilombolas, os visitantes ficaram encantados com a belíssima apresentação das beijuzeiras de Areia Branca, um rico projeto sócio-cultural coordenado pela educadora Quilombola Gildete. Para encerrar a programação, a Matriarca Dona Ana, conhecida como a mãe do Quilombo, sensibilizou a todos com as histórias, lendas e cantigas da comunidade.


“Coração em festa. Esta experiência nos possibilitou conhecer e vivenciar as histórias, saberes e fazeres dos povos quilombolas e indígenas da região” Pontuou a professora universitária, Saionara Bomfim.
Entre os turistas, estavam mineiros, professores do sul da Bahia e um grupo de estudantes Belgas. Todos ficaram encantados com a riqueza da cultura quilombola e indígena. A iniciativa chamou atenção do Cineasta baiano Gustavo Adolfo, que irá produzir um documentário sobre esse ecoturismo.
O Projeto de Ecoturismo é uma iniciativa do Coletivo Quingoma ( Órgão da sociedade civil organizada composto por quilombolas, indígenas e professores) em parceria com o Grupo de Pesquisa Gipres da Universidade do Estado da Bahia.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU