NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Lauro de Freitas é exemplo para Bahia em gestão de política cultural



A brilhante e talentosa cantora Elaine Paranhos, detentora de uma voz encantadora, abriu com chave de ouro a segunda etapa de Jornada Cultural de Lauro de Freitas, interpretando o Hino Nacional Brasileiro. O evento realizado pela Secretaria Municipal de Cultura SECULT, aconteceu no último dia (11), no Centro de Referência da Cultura Afro-brasileira Mãe Mirinha de Portão e contou com a participação de artistas, produtores culturais e autoridades políticas.
Durante a roda de diálogo, o Diretor de Territorialização da Cultura, SECULT-BA, Wdileston Souza, afirmou que dos 417 municípios da Bahia, apenas 147 avançaram na institucionalização da cultura através da implementação dos sistemas municipais de cultura. Segundo ele, Lauro de Freitas se destaca pelo compromisso, empenho e modelo participativo com que gere a política cultural do município. “É um exemplo para a Bahia”. Afirmou.
A classe artística, presente no encontro, endossou a fala do diretor afirmando que a cidade passa por um importante processo de democratização da cultura e valorização dos artistas locais. “Um novo modelo está em curso, percebemos a cultura chegar em lugares onde normalmente não chegava. O centro é importante, mas é na a periferia que está a alma cultural da nossa cidade”. Afirmou Fábio Croesy, produtor cultural, responsável pela Lavagem do Caranguejo.
Geovan Bantu, Gestor Cultural e Coordenador de Relações Institucionais da Diretoria de Espaços Cultuais (Secult-BA) parafraseando o mestre e ex-secretário da Secult-BA, Albino Rubim, provocou uma reflexão sobre o lugar da cultura nas outras esferas como educação, saúde e social. “A cultura ocupa todos os espaços vazios e ao mesmo tempo não ocupa espaço nenhum”. Geovan destacou também a importância da organização e do fomento da cultura. “Pensar em política cultural é pensar na equidade, não pode desassociar das outras políticas”.
O secretário municipal de cultura, Manoel Carlos Carlucho, afirmou em sua fala, que Lauro de Freitas, é sem dúvida, a cidade da Bahia, com a maior concentração de artistas por metro quadrado e que esse fenômeno pode ser comprovado com os números da Jornada Cultural. Segundo Carlucho, em apenas quatro dias, num total de 16 horas, cerca de 400 artistas se cadastraram junto à SECULT, numa nítida demonstração de que querem ser vistos, reconhecidos e valorizados. “Ficaremos realizados, se no afinal dessa nossa gestão, a SECULT se tornar um farol para os artistas de nossa cidade”. Finalizou.
Elisangela Sousa (Zazá), assessora especial da SECULT, fez um balanço da Jornada Cultural e informou que o cadastramento dos artistas será retomado dos dias 22 ao dia 26 de janeiro.
Quem também participou da roda de diálogo foi a secretária municipal de ação social Huldaci Santana, que representou a prefeita Moema Gramacho, a secretária executiva da SUCULT – LF, Sirlene Lisboa e André Siqueira, importante e reconhecido artista da cidade.
A Jornada Cultural se encerrou ao som do artista prata da casa, Vitor Paulo e banda, acompanhado pelos músicos Emerson Barbosa, Kleverton Neves e Danilo Danbas.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU