NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Mais de 1.700 crianças e jovens concluem o Proerd em Cajazeiras

Uma família pode ser destruída quando um membro tem contato com o mundo das drogas. Esse foi um dos ensinamentos adquiridos pelos mais de 1.700 formandos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), que se formaram na tarde desta sexta-feira (8), em solenidade no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras. Mais de 113 mil jovens foram capacitados em todo o estado só este ano. Durante todo 2019, estudantes com idades entre 9 e 12 anos, alunos de 5º ao 7º, de 25 escolas públicas e particulares, assistiram aulas ministradas pelos policiais militares.



Nas lições foram abordados o uso de entorpecentes, contato com o comércio de drogas e os males que podem causar em suas vidas. Vinte e cinco bicicletas foram entregues aos jovens escritores que produziram as melhores redações sobre sua trajetória e aprendizado durante o curso do Proerd, além de certificado de conclusão entregue para os alunos. O secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, falou do potencial desses jovem e de como o programa, em execução há 16 anos, mudou a vida de mais 749 mil crianças e adolescentes.



“É muito estimulante vê-los se tornando multiplicadores da filosofia do programa e ensinando às futuras gerações sobre o perigo do uso de drogas”, enfatizou o gestor. Além de Salvador, outros 256 municípios já contam com profissionais do Proerd, que visitam quase 9,5 mil instituições de ensino. “Gostaria de saudar o empenho destes policiais que, além de realizarem o trabalho ostensivo, também se dedicam a mudar o futuro destes jovens através da educação”, parabenizou Barbosa.



O programa foi baseado em um similar desenvolvido nos Estados Unidos. A parceria entre polícia, família e escola tem apresentado bons resultados no Brasil e em outros 56 países, onde programas semelhantes são desenvolvidos. Na solenidade também estiveram o subsecretário da Segurança Pública, Ary Pereira de Oliveira, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão.

Fonte: Ascom | Marcia Santana

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU