NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Médicos de Moçambique conhecem a experiência do Cedeba em diabetes

Durante três semanas, os médicos Impasso Abdul Impasso e Neusa Jose Magode Manhiça, ambos da especialidade Cínica Geral, do Governo de Moçambique (país do continente africano, de colonização portuguesa), conhecerão a experiência do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba). Eles têm interesse especial nas ações de educação em diabetes, que marca fortemente a ação do Centro de Referência e também nos trabalhos em retinopatia diabética e pé diabético.

Na manhã desta segunda-feira (4), eles foram recebidos pela diretora do Cedeba, Reine Chaves Fonseca, ao som da música do compositor baiano Moraes Moreira “Assim pintou Moçambique”. Em seguida, ela deu aula sobre o trabalho do Centro de Referência, mostrando desde a fundação há 25 anos, e destacando a evolução, o crescimento, a implantação de novos serviços, bem como o papel estratégico para toda a Bahia. Além de cuidado, o Cedeba capacita a Atenção Básica para ampliar a assistência ao diabético.

A diretora mostrou que o Cedeba se destaca no Ensino – com a Residência Médica em Endocrinologia, na pesquisa, na construção de protocolos. Destacou a força do trabalho de educação que o Centro desenvolve, que resulta na vasta produção de material educativo (folders, cartilhas, posters) que são muito importantes para a compreensão da doença e para o auto-cuidado.

AUMENTAR O RASTREAMENTO
De acordo o médico Impasso Abdul Impasso, o diabetes em Moçambique tem prevalência estimada de 7,3% da população que é de 25 milhões de habitantes, mas “esse número deve ser muito maior”, acredita E por isso, segundo Neusa José Magode Manhiça, “queremos melhorar o rastreamento do diabetes”. Por falta de diagnóstico precoce, muitos pacientes têm descobrem a doença quando já apresentam complicações do diabetes, principalmente o pé diabético, levado a muitas amputações.

Os médicos consideraram a apresentação excelente por dar uma visão ampla do Cedeba com todo o trabalho em diabetes e na Endocrinologia em geral. Nesta terça, pela manhã, eles participam da sessão de atualização em diabetes com a aula da oftalmologista e retinóloga do Cedeba, Tessa Mattos, sobre “Retinopatia Diabética”, no Centro de Atenção à Saúde (CAS), das 8h30 às 11h30.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU