NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Estudantes de Lauro de Freitas soltam a imaginação na 5ª Mostra Educa7 Minutos


Estudantes e grupos culturais de Lauro de Freitas soltaram a imaginação para produzir trabalhos do audiovisual para a 5ª edição da Mostra de Filmes Educa7 Minutos. Nesta quinta-feira (19), participantes apresentaram, no Cine Teatro, o resultado de tudo aquilo que aprenderam na teoria e prática do projeto de educomunicação. A comunidade escolar que compareceu em peso pôde ver de perto o talento exibido entre as 17 produções cinematográficas.
Os curtas-metragens abordaram as mais diferentes temáticas, desde a história local até o contemporâneo, como problemáticas da adolescência, casos de saúde, bullying, tecnologias digitais, produção musical, violências e outros. Um total de 1.065 estudantes participaram ao longo do ano das oficinas de roteiro, filmagem, produção e edição. 62 projetos foram submetidos para a 5ª Mostra que premiou, entre 20 finalistas, vencedores das categorias: melhor filme, direção, roteiro, fotografia, edição e montagem, direção de som, atriz e ator, direção de artes, atriz e ator coadjuvante.
Com produção de comédia dramática, em que uma senhora se cansa das tarefas domésticas em função da família e decide curtir a própria vida, a Escola Municipal Barro Duro foi a grande campeã de melhor filme com o curta “Ihh, vovó tirou férias!”. A Escola Municipal Santa Júlia produziu o filme “O grito que ninguém escuta”, uma abordagem sobre depressão e automutilação na adolescência, e conquistou o segundo lugar. As escolas Ana Lúcia Magalhães e Cadetes Mirins empataram na terceira posição, com os curtas “Mulheres Guerreiras” e “Favela Vive”.
A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, entregou o prêmio de melhor filme para o primeiro colocado. “Quero agradecer a todos por acreditarem nesse projeto que trabalha o audiovisual com uma potência para a educação. É fantástico poder acompanhar produções que tratam a realidade e contribuem com o processo de aprendizagem na escola. Basta ter oportunidades para aflorar talentos” disse. Os premiados ganharam cursos de preparação de empresas privadas, tablets e certificação.
Para o idealizador do Educa7, Alexandre Sena, apresentar à comunidade escolar o resultado das produções é mais que uma simples mostra. Ele afirma que o aprendizado da 5º edição superou as anteriores e a relação do aluno com o território deu maior realismo aos curta-metragens. Ainda segundo Senna, produções do projeto chamaram atenção de cineastas goianienses para intercâmbio entre Bahia e Goiás.  A possibilidade de exibição de filmes do Educa7 em estado fora do Nordeste e até outro país, está sendo dialogado.
Gabriella Santana, coordenadora do Núcleo de Educomunicação da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), resume a mostra como integração social.  “Este ano tivemos uma participação maior das escolas. Percebemos que as unidades de ensino começaram a entender que as linguagens do audiovisual, das tecnologias e da inovação, podem auxiliar no processo de integração dos alunos com a identidade territorial e sociedade”. Gabriella também destaca a parceria do Educa7 com o Instituto Anísio Teixeira (IAT) no processo de formação.
A 5ª edição do Educa7 Minutos não se resumiu apenas a exibição de filmes. Durante a mostra, estudantes e grupos culturais fizeram apresentações de dança. Uma produção de extensão do projeto de educomunicação – Tem Criança no 7 –  também foi exibida. Gabriel da Silva, aluno da escola Ana Lúcia Magalhães, interpretou “Zulu” no filme “Mulheres Guerreiras”. Para ele, a cena mais marcante é uma em que o seu personagem se joga, sem camisa, no meio da vegetação.
A vovó do filme campeão, Alda Maria Guimarães, que também ganhou como melhor atriz, ressalta que todos os processos de produção do curta-metragem envolveu a comunidade da escola onde é vice-diretora.  O projeto Educa 7 Minutos consiste no fomento, orientação, divulgação e premiação de filmes produzidos por jovens, oriundos da rede escolar ou de grupos sociais de Lauro de Freitas.
                                                                                                                     
Jornalista Laerte Santana
Foto Edgard Copque
ASCOM Prefeitura de Lauro de Freitas
19/12/2019
71 3288 837

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU