NOTÍCIAS 24HS

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2020

Com novo currículo escolar, aulas da rede municipal de Lauro de Freitas iniciam nesta segunda, 17

 Nesta segunda-feira (17), tem início as aulas 2020 da rede municipal de educação da Lauro de Freitas. De acordo com dados do Sistema de Informações da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o Sistema Sábio, mais de 26 mil estudantes estão matriculados nas 81 unidades educacionais. No entanto, este número sofrerá alterações até o momento em que todas as unidades concluírem o processo de alimentação do Sábio. A rede municipal tem capacidade para atender até 31.772 educandos.

O ano começa com uma novidade. As escolas que proporcionam o ensino em Tempo Integral passarão a oferecer a disciplina de Línguas Brasileira de Sinais (Libras), tornando-se bilíngues. O total de 76 escolas estão contempladas com o Projeto Educação Conectada, em parceria com o Ministério da Educação. O Educação Conectada possibilita o acesso à internet em alta velocidade e fomenta o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica.

Entre estas unidades, 27 foram contempladas como recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDS) para aquisição de equipamentos. Outros projetos como o Desfile da Emancipação, Concurso Literário, Festival Junino, Mostra Educa 7 Minutos e Educom nas Escolas também serão realizados neste ano.

Base Nacional Comum Curricular – Uma mudança importante neste ano é a elaboração e implementação do currículo escolar da rede municipal pela Coordenação da Educação Básica. O processo está sendo realizado de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e em conformidade com o que preceituam o Plano Nacional de Educação (PNE) e o Plano Municipal de Educação (PME).

O documento definirá, além dos direitos de aprendizagens e desenvolvimento dos estudantes, as orientações metodológicas a partir das especificidades do que oferta a rede municipal para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, de acordo com as transformações mundiais, as demandas atuais e da cultura local.

O Currículo deve valorizar as manifestações artísticas e culturais locais, a apropriação de diferentes linguagens nos processos pedagógicos, as tecnologias de informação e comunicação digitais, e estar alinhado à proposta da BNCC de valorizar a diversidade de saberes e as vivências culturais, a apropriação de conhecimentos e experiências dos estudantes, estimulando sua capacidade argumentativa, o autoconhecimento, o cuidado com a saúde física e emocional.

Fundamentam, ainda, a elaboração do Currículo da Rede Municipal, incentivar o estudante a agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e determinação, tomando decisões com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários. Também estão contemplados o estímulo à empatia, o diálogo e o respeito à diversidade e à cooperação mútua.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Your Ad Spot

MAIN MENU